WP-ThGWU6Yg-LZQP372atnaqZcM Brasil e Portugal Dois Países e Uma Cultura | Imigrantes Brasil

Brasil e Portugal Dois Países e Uma Cultura

O Brasil foi descoberto pelos portugueses em 22 de Abril de 1500. Logo após o fato, os colonos passaram a se estabelecer na colônia, porém, de forma pouco significativa. De início, aqui foram deixados degredados (pessoas indesejáveis em Portugal, como ladrões e traidores, que tinham como pena o degredo no Brasil). Esses primeiros colonos foram abandonados à própria sorte e acabaram sendo acolhidos pelos grupos indígenas que viviam no litoral.
Os primeiros colonos portugueses começaram a chegar ao Brasil em maior número após 1530. A colônia foi dividida em capitanias hereditárias e as terras foram divididas entre nobres lusitanos.
A criação do governo-geral em 1549 atraiu muitos portugueses para a Bahia. A partir de então, a migração tornou-se mais constante. O movimento de portugueses para o Brasil foi relativamente pequeno no século XVI, mas cresceu durante os cem anos seguintes e atingiu cifras expressivas no século XVIII.

"É durante este século que se criam no Brasil uma importante conjunto de instituições desta comunidade. Calcula-se que entre 1822 e 1900 perto de 1 milhão de portugueses do Continente e das Ilhas terão emigrado para o Brasil."
Entre 1930 e 1945 Getúlio Vargas assume uma política proteccionista em relação aos imigrantes portugueses, que se mantém depois da sua queda. Entre 1900 e 1950 o Brasil recebeu 903.186 imigrantes legais portugueses. O valor real terá sido certamente muito superior.(1)

"No período entre 1950 e 1959 registam-se 237.327 imigrantes, valor que diminui na década seguinte para 73.267. Nos anos 70 a emigração para o Brasil tornou-se insignificante, só voltando a subir no período entre 1974/75, ligada ao processo de descolonização e ao derrube da ditadura. O Brasil acolheu então milhares de refugiados portugueses vindos das suas ex-colónias, mas também de Portugal."(1)

O Brasil tem o o maior respeito e maior consideração pelos nossos irmãos português. É impossível discorrer sobre a história de nosso país sem citar as várias contribuições que tivemos de Portugal. Muitos dos irmãos portugueses optaram por viver e escolher a nossa terra que naquele momento oferecia maiores perspectivas de sucesso pela variedade de negócios disponíveis.
Hoje ao contrário muito brasileiros estão escolhendo Portugal para viver. Mais a diferença é que os brasileiros que vão por lá trabalhar ficam pouco tempo e retornam para o Brasil.
Fonte: (01) Imigrantes Sapo

4 comentários:

Arthurius Maximus disse...

E, infelizmente, muitas vezes não encontram a mesma acolhida que os portugueses encontraram por aqui.

Julio Moraes disse...

Belo resumo e curioso o post. Talvez tenhamos que rever conceitos em fixar que realmente somos brasileiros e não mais fixarmos a ideia de que tudo que esta em nossa volta teve algo dos portugueses.

Abs,

Martini Bianco disse...

Terminas o teu texto de uma forma, creio eu.. muito pessoal. É verdade, e eu sei que muitos brasileiros que vêm para Portugal, acabam por ficar menos tempo do que os Portugueses, quando foram para ai, mas isso acontece em todo o lado hoje em dia. Vivi dois anos na Inglaterra, onde trabalhei e estudei, e sei que os "emigrantes" de hoje não querem ficar muito tempo noutros paises, eu nunca teria ficado mais tempo do que fiquei no UK, mesmo que me pagassem o triplo de Portugal, não, nao valeria a pena, a nao aqueles que casem, tenham filhos com os naturais de lá, e isso acabe por ser um factor decisivo na escolhas. Hoje as diferenças entre paises sao bem menores do que foram no passado. Quase todas as guerras do mundo foram travadas na Europa e isso fez com que muitos naturais de lá escolhessem o "novo mundo" para viver, onde havia muito mais espaço e menos ameaças. Se repararem, hoje a Europa ainda é o continente mais pequeno, e o que mais paises tem, muitos deles quase microscópicos, o que mais linguas diferentes tem, ás vezes dentro do pr´prio país (exemplos Bélgica, Espanha, Sérvia, Bósnia, etc) quase que funciona como na época medieval em que cada região por mais pequena que fosse reivindicava a sua diferença face ás outras. Tornou até o proprio pensamento europeu mais fechado que o do "novo mundo" no qual incluo p exemplo os EUA e o Brasil, paises que acolheram milhoes de emigrantes de todas as origens e países e conseguiram mantê-los sobre uma cultura e lingua uniforme. Interessante esse aspecto da emigraçao, eu proprio que tenho 28 anos hj, ainda tenho tios que emigraram para o Brasil nos anos 60 (época tardia na emigração, e devido a Guerra Colonial que se vivia cá, por causa das colônias africanas, e que muitos homens emigravam para fugir a uma guerra que não era a deles) para Santos e ainda hoje lá vivem. Vêm cá de 5 em 5 anos, (com sotaque 100% brasileiro) mas nao trocariam nunca o Brasil por Portugal, e às vezes pergunto-lhes o porquê? Eles me respondem: No Brasil toda a gente aceita e se aceita como é, e isso ainda acontece hoje em dia, em portugal nao acontece, ainda há a mentalidade de olhar de lado quem vem de fora e hostiliza-los, logo nós que fomos os primeiros a sair daqui ja desde o seculo XV. É ilucidativo isso. Nos meus tempos de Inglaterra, a maior parte dos meus amigos eram brasileiros, especialmente das Minas Gerais, Sao Paulo, Rio Grande do Sul e eram eles q me ligavam para sair, e que mesmo de vez em quando saisse uma piadinha para mim sobre o "Manuel", era ai que eu tb notava o como Portugal e a cultura Portuguesa ainda estavam tão presentes no Brasil de hoje. Deles, me ficaram as melhores recordações dos tempos de Londres, e convites para visitar esse pais continental que espero, seja já este ano; pois os tempos lá nem sempre foram fáceis,chamavamo-nos de "companheiros de depressao londrina", devido especialmente as condiçoes climatericas daquele pais e do seu "cinzentismo" e isso era mais um factor de semelhança entre nós. Para quem pensa que Portugal e os portugueses nao recebem bem, aconselho a irem aos outos paises europeurs, especialmente aos do norte e do leste, aí verao o que é hostilidade a sério, de gente fechada e medieval, que se esconde na capa da invoaçao e da tecnologia. Na Europa, e já percorri 14 paises aqui, até hoje só encontrei dois povos semelhantes a nós, no mode de ver e viver a vida, os espanhóis e os italianos, os outros é um mundo completamente diferente que nunca aconselharia. A todos os irmãos brasileiros, o meu abraço.

Cláudio, Lisboa

Martini Bianco disse...

Obrigado Donizete pela sua mensagem no meu blog. Tem toda a razão no que disse, e como ainda nao tinha focado a questão da importância deste blog, lhe digo que tem todo o sentido ele existir. Creio que em alguma fase da sua vida já foi emigrante e percebe bem estas questões. Meus parabéns. Há pouco ao ler seu perfil, notei lá.. Paraná, e não podia deixar de dizer que em Londres, num dos hotéis onde fui recepcionista, tive dois colegas daí, da cidade de Londrina, Paraná, Eduardo e António, "uns caras legais" (porque aqui em Portugal nao usamos o termo "cara"..lool) que ainda hoje estão lá, mas já preparando o seu regresso pro Brasil, pois muitas vezes me diziam, que o dinheiro não compensava a vida que tinahm lá.

Um grande abraço e força no seu blog, vou-me tornar seguidor dele.